#ad

30 de abr de 2014

[27 e 30/04/14] Veja onde a Orquestra Sinfônica de SJC se apresenta ainda esse mês



A Orquestra Sinfônica de São José dos Campos (OSSJC) se apresenta neste domingo (27), às 10h30, no Parque Vicentina Aranha (Rua Engenheiro Prudente Meireles de Moraes, 302), na Vila Adyana, e na quarta-feira (30), às 20h, no Teatro Municipal (Rua Rubião Júnior, 84, Shopping Centro). Para estes concertos, o maestro Marcello Stasi selecionou um repertório com obras de Rossini, Alberto Nepomuceno, Tchaikovsky e Dvorak.

CLIQUE NO BANNER/VIDEO ABAIXO, ASSIM VC AJUDA A AGENDA CULTURAL EM UM SEGUNDO!
Ajude a Divulgar!! Curta!!!
A apresentação deste domingo (27), gratuita e aberta ao público, é em comemoração aos 90 anos do Vicentina Aranha. Chamado de Piquenique Sinfônico, o concerto será ao ar livre, com distribuição de frutas, sorvetes e água. A abertura será com a ópera “Guilherme Tell”, de Rossini. Para homenagear a fundação do Sanatório Vicentina Aranha, a orquestra apresentará uma polca do brasileiro Luciano Gallet, composta há cerca de 90 anos.

A mesma música estará na apresentação de quarta-feira (30), no Teatro Municipal. Para este concerto, os ingressos são gratuitos e começaram a ser distribuídos na quarta-feira (23), na portaria do Parque Vicentina Aranha. É permitida a retirada de até dois ingressos por pessoa.

A peça Série Brasileira, de Alberto Nepomuceno, também faz parte do repertório. A obra, que foi apresentada pela primeira vez em 1902, tem um papel de destaque na história da música brasileira de concerto. Foi a primeira a utilizar o reco-reco e percebe-se em todos os movimentos a busca por uma maneira genuinamente nacional de escrever para orquestra.

A obra “Romeu e Julieta” foi escolhida em homenagem aos 450 anos do escritor Shakespeare. O romance exerceu enorme fascínio em Tchaikovsky, inspirando a composição de sinfonias baseadas em três das suas mais importantes peças teatrais. Tchaikovsky soube retratar musicalmente as principais facetas da história dramática sobre o amor proibido entre Romeu e Julieta: o romance, a turbulência, a sensualidade e a tragicidade.

“Não é à toa que a peça ficou popular, pois foi muito bem escrita. É difícil alguém não se emocionar ouvindo Romeu e Julieta. Essa peça promete cativar o público pela beleza das melodias”, comenta o maestro e diretor artístico da Orquestra, Marcello Stasi.

Para fechar o concerto, a Orquestra vai apresentar um conjunto de danças orquestrais do compositor Dvorak, inspiradas na música folclórica eslava. Orquestradas com grande maestria, as peças alternam empolgação rítmica com momentos de delicadeza e sensualidade.

A OSSJC foi criada em 2004 e tem o maestro Marcello Stasi como seu regente titular e diretor artístico. A Orquestra é mantida pela Prefeitura de São José dos Campos, por meio da Fundação Cultural Cassiano Ricardo e Secretaria de Educação, tendo a Associação Joseense para o Fomento da Arte e da Cultura (AJFAC) como entidade gestora.

Além das apresentações regulares, a OSSJC possui os conjuntos de câmara: Orquestra de Cordas e Quarteto de Cordas.

"Os Eventos são de inteira responsabilidade dos envolvidos (estabelecimento, artistas...), a Agenda Cultural apenas divulga o que nos é passado. Eventos sujeitos a alteração de data, horário e local. Mais informações favor confirmar com o local indicado. Muito Obrigada."  


PARCEIROS: