#ad

19 de jul de 2016

[20/07/16] Concerto da Orquestra Sinfônica de São José dos Campos no Teatro Municipal



Na próxima quarta-feira (20) às 20h a Orquestra Sinfônica de São José dos Campos realiza o Segundo Encontro da Série Outono das Palhetas no Teatro Municipal, um espetáculo  marcado pela brasilidade musical. Esse mesmo programa será executado pela OSSJC e a solista convidada no encerramento do 47ª Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão, em um concerto ao ar livre dia 31/07 às 12h na Praça do Capivari, em Campos do Jordão – SP.
Ajude a Divulgar!! Curta!!!
No  primeiro momento a OSSJC executará a peça Canoada (2013), composta pelo Diretor Artístico e Regente da OSSJC, o maestro Marcello Stasi (1964).  Formado pela Universidade de Cincinnati, mestre pela Northwestern University e doutor pela Unicamp, Stasi foi titular da Amazonas Filarmônica e regente convidado da Osesp, Sinfônica Brasileira e Sinfônica do Teatro Nacional de Brasília. A obra foi composta em 2013 e estreou na Sala São Paulo no mesmo ano.  Trata-se de uma abertura programática que representa o momento em que o aventureiro alemão Hans Staden (1525-1572) foi capturado pelos Tupinambás em Bertioga, e que o levaram em uma canoada até sua aldeia.

A segunda peça da noite, O Espantalho (1941) é um verdadeiro poema sinfônico escrito por um dos mais importantes compositores nacionais, Francisco Mignone (1897-1986). A peça foi inspirada em dois quadros do pintor Cândido Portinari (1903-1962) que retratam o sertão nordestino, a seca e a vida sertaneja. A ousada obra procura recuperar a mesma atmosfera de inquietação e desolação que é transmitida nos quadros de Portinari, espantalhos esfarrapados e abandonados em uma terra árida que um dia teria sido verde e cheia de vida.

A partir da metade do programa, a Orquestra Sinfônica de São José do Campos acompanha a solista Mere Oliveira, mezzo-soprano, premiada em sete competições nacionais e internacionais de canto lírico. Nascida em Taubaté, Mere já se apresentou em vários países da América do Sul e Europa em óperas e concertos em importantes Teatros. É especialista em Performance Vocal (Brasil-Italia) e dirige o Opera Studio do Vale – Núcleo Funac-Unitau.

As três peças finais, todas compostas pelo paulista nacionalista Camargo Guarnieri (1907-1993), trazem referências folclóricas da cultural nacional. A Serra do Rola Moça foi inspirada no poema homônio de Mário de Andrade, escritor modernista que tornou-se mestre intelectual, amigo e parceiro artístico de Guarnieri. A segunda peça, Três Poemas Afro-Brasileiros, foi tecida a partir de poemas afro-brasileiros, uma prática musical de Guarnieri para construção de suas obras, que sempre escolheu textos em idioma português, afro-brasileiro e ameríndio. A ultima obra da noite, Quebra o côco, menina (1940) traz para o universo erudito a musicalidade do folclore nordestino.

REPERTÓRIO

MARCELLO STASI (1964)
Canoada (2013)

FRANCISCO MIGNONE (1897-1986)
O Espantalho

CAMARGO GUARNIERI (1907-1993)
A Serra do Rola Moça

CAMARGO GUARNIERI (1907-1993)
Três Poemas Afro-Brasileiros
I.Turuê
II. Kinjajá
III. Apanaiá

CAMARGO GUARNIERI (1907-1993)
Quebra o côco, menina

Solista: Mere Oliveira (mezzo-soprano)

SOBRE A SOLISTA

Mere Oliveira (mezzo soprano)
Premiada em sete competições nacionais e internacionais de canto lírico, atuou por mais de trinta récitas no papel título da Ópera Carmen (Bizet). Apresentou-se em vários países da América do Sul e Europa em óperas e concertos em importantes Teatros. É especialista em Performance Vocal (Brasil-Italia) e dirige o Opera Studio do Vale – Núcleo Funac-Unitau, projeto que reúne mais de 30 cantores de todo o Vale do Paraíba e produz concertos e óperas na região.

SOBRE O MAESTRO

MARCELLO STASI (REGENTE TITULAR E DIRETOR ARTÍSTICO DA OSSJC)
Nascido em São Paulo, o regente da Orquestra Sinfônica de São José dos Campos iniciou sua carreira aos vinte anos de idade ao vencer o Concurso Jovens Regentes da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (OSESP). Graduado com louvor em regência pela Universidade de Cincinnatti, concluiu seu mestrado na Northwestern University, de Chicago e é Doutor em Música pela Universidade de Campinas (Unicamp).

Como regente titular esteve à frente  da Amazonas Filarmônica e da Orquestra de Câmara de Jundiaí. Como convidado, regeu as mais renomadas orquestras do Brasil, como a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, a Orquestra Sinfônica Brasileira, a Sinfônica do Teatro Nacional de Brasília, a Orquestra Petrobras Sinfônica (RJ) e Camerata Fukuda, entre outras. Sua atuação internacional inclui concertos com a Opera di Trieste (Itália), a North Shore Chamber Orchestra (EUA) e a Orquestra Sinfônica de Maracaibo (Venezuela), além de representar o Brasil em concursos internacionais de regência. Professor de Regência da Faculdade Souza Lima (São Paulo), também lecionou esta cadeira na UNESP. Como flautista tem participado de diversos conjuntos dedicados à execução histórica do repertório barroco.

SERVIÇO

SEGUNDO ENCONTRO DA SÉRIE INVERNO DAS VOZES
Data: 20 de julho (quarta-feira)
Hora: 20h
Local: Teatro Municipal
Rua Rubião Júnior, 84, terceiro piso – Centro – São José dos Campos/SP
Maestro e Diretor Artístico: Marcello Stasi
Ingressos gratuitos:
Forma de reserva e retirada de ingressos: Os ingressos serão distribuídos no Parque Vicentina Aranha a partir do dia 15/07 às 08h até dia 20/07 às 12h. Serão disponibilizados 50 ingressos 1 hora antes do concerto no Teatro Municipal.

SOBRE A OSSJC

A Orquestra Sinfônica de São José dos Campos foi criada em 2004, é mantida pela Prefeitura Municipal de São José dos Campos, através da Fundação Cultural Cassiano Ricardo e Secretaria Municipal de Educação, tendo a AJFAC (Associação Joseense para o Fomento da Arte e da Cultura) como entidade gestora. Conta também com o patrocínio das empresas Huesker, Laboratório Oswaldo Cruz, Hospital e Maternidade Policlin, APROESP, Poliedro, Usina Santo Ângelo, parceira da Gráfica Copcentro e Shopping Centro, com a promoção do Jornal O Vale, Rádio Jovem Pan e Portal Meon.
Informações: www.orquestrasjc.org.br e facebook.com/orquestrasjc


"Os Eventos são de inteira responsabilidade dos envolvidos (estabelecimento, artistas...), a Agenda Cultural apenas divulga o que nos é passado. Eventos sujeitos a alteração de data, horário e local. Mais informações favor confirmar com o local indicado. Muito Obrigada."  


PARCEIROS: