#ad

9 de jun de 2016

[12/06/16] Concerto da Orquestra Sinfônica de São José dos Campos de Dia dos Namorados


Uma romântica noite de ópera na Praça do Jd. Aquarius
No Dia dos Namorados (domingo, 12) às 18h a Orquestra Sinfônica de São José dos Campos presenteia o público apaixonado por música com uma noite de ópera em um concerto ao ar livre na Praça Ulysses Guimarães, conhecida como Praça do Jardim Aquarius. O local foi palco no ano passado de um concerto que reuniu mais de 5 mil pessoas para a apresentação de trechos da ópera jazzística Porgy and Bess de George Gershwin.  A ópera italiana será o destaque da apresentação deste ano e a orquestra traz ao palco dois aclamados solistas.

Ajude a Divulgar!! Curta!!!
Para esse concerto em clima ultrarromântico, a Orquestra Sinfônica de São José dos Campos acompanha a soprano Gabriella Pace e tenor Marcelo Vanucci, considerados expoentes do canto lírico. Será numa noite com árias e duetos de amor extraídos das mais famosas óperas do compositor italiano GIACOMO PUCCINI (1858-1924). Além das célebres árias Nessun Dorma e O Mio Babbino Caro, os dois cantores encenarão as cenas de amor dos primeiros atos de La Bohème e Madame Butterfly, as suas óperas mais conhecidas. Considerado ao lado de Giuseppe Verdi e Richard Wagner como um dos maiores compositores de ópera de toda a história, Giacomo Puccini é apreciado por uma música repleta de paixão e sentimento. Suas óperas trazem à vida personagens reais que fogem do chavão dos heróis tão comum em outras óperas. Para o Maestro Marcello Stasi, que rege o concerto, “é muito fácil se identificar com estes personagen,s pois a música de Puccini nos envolve falando de sentimentos e situações que vivemos em nossas vidas”.

O concerto terá início às 18 horas e deve encerrar-se por volta das 19h30, em tempo para esticar a noite com um jantar romântico ainda sob a influência inspirada pela música.

O Concerto de Dia dos Namorados é uma realização da Prefeitura Municipal de São José dos Campos, através da Fundação Cultural Cassiano Ricardo, tendo a AJFAC (Associação Joseense para o Fomento da Arte e da Cultura) como entidade gestora. Conta com o patrocínio do Zest Mercado Empório; apoio da Huesker, Laboratório Oswaldo Cruz, APROESP, Hospital Maternidade Policlin, Colégio Poliedro e Usina Santo Ângelo; parceria da Unimed e promoção da rádio Jovem Pan, jornal O Vale e portal Meon.

REPERTÓRIO

GIACOMO PUCCINI (1858-1924)

La Bohème – Dueto de amor do primeiro ato (soprano e tenor)

Gianni Schicchi – “O mio babino baro” (soprano)

Tosca – Prelúdio do Terceiro e “E lucevan le stelle” (orquestra e tenor)

Turandot – “Nessun dorma” (tenor)

Madame Butterfly – Postlúdio do Ato II (orquestra)

                                  – Un bel di vedremo (soprano)

                                  – Dueto de amor do primeiro ato (soprano e tenor)

Solistas: Gabriella Pace (soprano) e Marcelo Vanucci (tenor)



SOBRE OS SOLISTAS:

GABRIELLA PACE (SOPRANO)

Gabriella iniciou os estudos com o pai, Héctor Pace, e foi aluna de Leilah Farah e Pier Miranda Ferraro. Vencedora do Prêmio Carlos Gomes 2010 pela participação na ópera A Menina das Nuvens de Villa-Lobos, Gabriella já cantou sob a regência de importantes maestros como Lorin Maazel, Pier Giorgio Morandi, Isaac Karabtchevsky, Roberto Duarte,Roberto Minczuk, Fábio Mechetti, Sílvio Viegas e Abel Rocha. Em fevereiro deste ano debutou no Teatro Real da Dinamarca, interpretando Nannetta na ópera Falstaff de Giuseppe Verdi. Em seu repertório sinfônico destacam-se sua participação na Quarta Sinfonia de Mahler, Carmina Burana de Orff, Requiem de Mozart, Stabat Mater de Rossini. Gravou o CD "Ciclo Portinari e Outras Telas Sonoras" do compositor João Guilherme Ripper.  Atualmente está sob orientação de Sylvia Sass em Roma e de Eliane Coelho no Rio de Janeiro.

MARCELO VANUCCI (TENOR)

Marcello Vannucci estreou em óperas no papel de Ismaele (Nabuco, Verdi). Desde então vem se consagrando por seu talento e vasto repertório. Com grande êxito, o tenor fez uma turnê brasileira com a soprano Kiri Te Kanawa. E recebeu elogiosas críticas por sua participação na montagem da ópera Turandot (Puccini), em Belo Horizonte, assim como sua apresentação na abertura do recém-inaugurado Theatro Municipal de São Paulo, sob regência de Abel Rocha. Fora do Brasil, o tenor cantou na Colômbia a ópera Aida (Verdi), produção que recebeu excelente repercussão internacional. Em 1998, participou do concurso de canto Vinhas, na Espanha, ocasião em que ganhou uma bolsa de estudos para estudar com a soprano Magda Olivero. Marcello ainda foi agraciado, em 2010, como melhor cantor no prêmio Carlos Gomes.

SOBRE O MAESTRO

MARCELLO STASI (REGENTE TITULAR E DIRETOR ARTÍSTICO DA OSSJC)

Nascido em São Paulo, o regente da Orquestra Sinfônica de São José dos Campos iniciou sua carreira aos vinte anos de idade ao vencer o Concurso Jovens Regentes da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (OSESP). Graduado com louvor em regência pela Universidade de Cincinnatti, concluiu seu mestrado na Northwestern University, de Chicago e é Doutor em Música pela Universidade de Campinas (Unicamp).
Como regente titular esteve à frente  da Amazonas Filarmônica e da Orquestra de Câmara de Jundiaí. Como convidado, regeu as mais renomadas orquestras do Brasil, como a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, a Orquestra Sinfônica Brasileira, a Sinfônica do Teatro Nacional de Brasília, a Orquestra Petrobras Sinfônica (RJ) e Camerata Fukuda, entre outras. Sua atuação internacional inclui concertos com a Opera di Trieste (Itália), a North Shore Chamber Orchestra (EUA) e a Orquestra Sinfônica de Maracaibo (Venezuela), além de representar o Brasil em concursos internacionais de regência.
Professor de Regência da Faculdade Souza Lima (São Paulo), também lecionou esta cadeira na UNESP. Como flautista tem participado de diversos conjuntos dedicados à execução histórica do repertório barroco.

SERVIÇO

PRIMEIRO ENCONTRO DA SÉRIE INVERNO DAS VOZES
Concerto de Dia dos Namorados com a Orquestra Sinfônica de São José dos Campos
Data: 12 de junho (domingo)
Hora: 18h
Local: Praça do Aquarius
Praça Ulysses Guimarães, Rua Dr. Tertuliano Delphim Júnior - Parque Res. Aquarius, São José dos Campos – SP
Maestro e Diretor Artístico: Marcello Stasi
Solistas:  Gabriella Pace (soprano) e Marcelo Vanucci (tenor)
Entrada franca. Não é necessária a retirada de ingressos, basta comparecer.

SOBRE A OSSJC

A Orquestra Sinfônica de São José dos Campos foi criada em 2004, é mantida pela Prefeitura Municipal de São José dos Campos, através da Fundação Cultural Cassiano Ricardo e Secretaria Municipal de Educação, tendo a AJFAC (Associação Joseense para o Fomento da Arte e da Cultura) como entidade gestora. Conta também com o patrocínio das empresas Huesker, Laboratório Oswaldo Cruz, Hospital e Maternidade Policlin, APROESP, Poliedro, Usina Santo Ângelo, parceira da Gráfica Copcentro e Shopping Centro, com a promoção do Jornal O Vale, Rádio Jovem Pan e Portal Meon.
Informações: www.orquestrasjc.org.br e facebook.com/orquestrasjc



"Os Eventos são de inteira responsabilidade dos envolvidos (estabelecimento, artistas...), a Agenda Cultural apenas divulga o que nos é passado. Eventos sujeitos a alteração de data, horário e local. Mais informações favor confirmar com o local indicado. Muito Obrigada."  


PARCEIROS: